A sua intenção positiva

Um dos principais pressupostos da PNL é que “todo comportamento, por mais absurdo que seja, tem uma intenção positiva”.

Você já pensou nessa verdade? Que tudo o que você faz no fundo tem uma intenção positiva para você?

Todos os seus comportamentos que foram sendo adquiridos ao longo do tempo só estão aí com você porque, de alguma forma lhe trazem ganhos. E isso são todos os comportamentos. Eles podem até aparentemente estar fazendo muito mal para você, mas no fundo, talvez até inconscientemente, você acredita em uma intenção positiva.

Vou dar um exemplo:

Imagine aquela pessoa que você conhece e que vive se fazendo de vítima. Nunca nada está bom. Sempre alguém ou alguma coisa está prejudicando ela. Enfim, uma pessoa difícil de se conviver.

Agora entenda que ela só faz isso porque em algum momento da vida dela ela teve as suas necessidades de segurança e reconhecimento atendidas. Então em um momento onde ela se fez de vítima, alguém foi lá e deu atenção, passou a mão na cabeça. Pronto. Ela ganhou o que no fundo vinha buscando. A partir daí essa pessoa pode adotar como estratégia inconsciente para receber atenção dos outros se fazer de vítima.

Parece meio bobo explicando assim. Mas é exatamente dessa forma que esses comportamentos se instalam. Na verdade, parece até sem sentido uma pessoa ter que se fazer de vítima para ter reconhecimento. Mas não podemos julgar. Ela usou os recursos que tinha disponível naquele momento para se sentir feliz. E vai continuar fazendo isso por muito tempo, até que um dia possa perceber que existe outras formas muito melhores de se ter segurança e reconhecimento.

Esse é o caminho para nos libertarmos de comportamentos limitantes. O primeiro passo desse caminho é o ganho de consciência de que você pode mais. É o deixar de se contentar com o pouco que tem e ter a certeza que a vida pode ser muito mais.

Mas as pessoas só entram nesse caminho de mudança de 2 formas: Pelo amor. Ou pela dor.

Qual caminho você vai escolher para iniciar a sua transformação e crescimento pessoal?

Gostou?
Compartilhe com carinho

Deixe uma resposta