Como aumentar sua autoestima de forma simples

Veja 3 práticas para você aumentar sua autoestima de forma considerável

É muito comum hoje em dia as pessoas terem um padrão mais elevado de autocrítica. Isso pode acontecer por causa de inúmeros fatores que vivemos hoje em dia: a pressão no trabalho, a obrigação de ter que dar conta de tudo, a cobrança por ter estabilidade, entre outras coisas. Tudo isso contribui para aumentar nossa autocrítica, causando assim uma distorção da nossa autoestima.

Comece hoje essas 3 práticas para que você aumentar sua autoestima e continuar sua jornada.

1 – Se elogie mais

Parece simples, não é? Todos nós temos uma voz interna que conversa o tempo todo conosco. Porém, em algum casos, essa voz é mais severa e diz frases que realmente causam impacto: “você não é capaz”, “você não merece isso”, “você não fala nada interessante”, são alguns exemplos que podem acontecer. O importante é você identificar quando esses momentos acontecem e assim neutralizá-los de uma forma simples: se elogiando. Isso mesmo! Faça um elogio para você mesmo. Você é um ser maravilhoso, criado a imagem e semelhança do criador. Você vai perceber que depois de fazer isso internamente um sorriso aparecerá no seu rosto.

2 – Se motive mais

Esse tipo de atitude acontece com muito frequencia em atletas profissionais. Quer um exemplo? Rafael Nadal, do tênis. Considerado um dos maiores tenistas de todos os tempos, ele já ganhou tudo que se pode imaginar e mesmo assim está constantemente se motivando, gritando palavras como: “vamos!”. Outro exemplo: Cristiano Ronaldo. Também considerado um dos maiores de todos os tempos, ele está constantemente falando consigo mesmo, lançando palavras e frases que o motivam. Faça o teste quando tiver que fazer alguma coisa na qual você se sente desafiado e fale para si mesmo: “eu acredito que vou conseguir”, “eu vou conseguir, eu posso!”. Fale do fundo do seu coração que o resultado aparecerá, você vai ver.

3 – Observe a forma como você fala com você mesmo

Tão importante o que falar é como falar. Comece a observar seu tom de voz interior e busque um tom mais calmo, em paz, sereno. Uma forma de exercitar isso é você falar com você mesmo como se estivesse falando com uma criança pequena. Fale com calma, compaixão e, principalmente, com amor.

Gostou?
Compartilhe com carinho

Deixe uma resposta